Liderados por Jonas Tomazini, os vereadores solicitaram a prorrogação do Imposto Territorial Urbano (Iptu), em Farroupilha. Eles estiveram reunidos na noite desta terça-feira, 17, com o prefeito em exercício, Pedro Pedrozo para apresentar a proposta de prorrogação para 60 dias.

Os vereadores justificam que as ações preventivas de combate ao coronavírus, apesar de essenciais, causarão um impacto na economia do município.

Desta maneira, a prorrogação do pagamento da cota única do Iptu, previsto para sexta-feira, 20, ou das duas primeiras parcelas do imposto, serão onerosas a população que vem sofrendo o prejuízo financeiro com a paralisação de muitos serviços no país.

Outro ponto abordado é a possibilidade de a população utilizar do recurso, antes destinado ao imposto, para a aquisição de suprimentos alimentícios, produtos de higiene ou medicamentos.

Pedrozo entendeu a importância da medida, uma vez que já há ações nesta linha por parte do Governo Federal.

O prefeito se comprometeu em analisar o pedido juntamente com a Secretaria Municipal de Finanças para avaliar o impacto financeiro que a prorrogação poderá causar na economia da cidade.

Nesta tarde, o Executivo Municipal divulgou no Diário Oficial o decreto 6.733 que dispõe de medidas preventivas ao contágio do vírus.

A administração pública também em parceria com diversos setores do município, criou um comitê para avaliar e divulgar diariamente a situação de Farroupilha frente ao coronavirus.

Deixe o seu comentário!