O Fim de Expediente desta segunda-feira, 2, ouviu os candidatos a vice-prefeito de Farroupilha. O terceiro a ser entrevistado foi Francis Casali (PDT), que compõe a chapa com o candidato a prefeito Pedro Pedrozo (PSB).

ASSISTA A ENTREVISTA EM VÍDEO 

Confira os principais pontos da entrevista

Quem é Francis Casali?

Francis é um farroupilhense nascido em 1982 no Hospital São Carlos, filho do César e da Jussara com muito orgulho, marido da Dani, pai do Matteo, 66 dias hoje, 4,2 quilos meu gurizão que me orgulha muito. Sou um professor formado em educação física, pós-graduado em políticas públicas, ex-secretário de Gestão e Governo, Turismo e Cultura. Tive a oportunidade de ser conselheiro do Pró Saúde, do Hospital São Carlos, ex-assessor da Câmara de Vereadores, ex-preparador físico de diversas equipes de futsal e futebol aqui da nossa região e de fora também. Um cara que é apaixonado por Farroupilha, gosta muito de trabalhar, não tem problema nenhum em pegar um pincel e um rolo e pintar um banco da Júlio de Castilhos ou plantar uma flor, mesmo sendo secretário, porque a gente sabe que o serviço público serve para servir, independente do que tu faças. Então não me serve só ter uma salinha dentro do gabinete do prefeito ou uma mesinha lá. Eu quero estar na rua e eu vou estar na rua ouvindo a população e auxiliando no que for necessário para o futuro de Farroupilha ser cada vez melhor.

O que a população está pedindo para vocês?

A população ela cobra trabalho, desempenho, resultado. Quando a gente fala em trabalho, desempenho, resultado, eu fico muito feliz porque daí eu posso comparar o governo de quem já esteve lá e nós. Nisso eu posso falar o seguinte, eu dou alguns números, por exemplo, no Hospital São Carlos, o governo do Feltrin e do Baretta, que o Jonas fez parte, colocou no Hospital São Carlos R$ 26 milhões em quatro anos. Nós nos primeiros quatro anos, o Claiton e Pedrozo colocaram R$ 38 milhões, até agora são R$ 52 milhões só de dinheiro do município. Eu convido a população de Farroupilha para comparar. Por que comparar? Hoje a gente está pleiteando um cargo público eletivo e nada mais é do que a gente estar apresentando o nosso currículo para a população escolher um funcionário para eles. Quando o pessoal aqui da nossa região contrata muita gente para ajudar na colheita, porque nós temos uma produção agrícola muito forte. Quando tu contratas dois auxiliares, um colhe 10 quilos por dia e o outro 50 e no ano seguinte se tu puderes escolher só um tu vais escolher qual? O que produziu mais com o mesmo dinheiro ou o que produziu menos? Todo mundo escolhe o que produziu mais, por isso eu quero comparar. É por isso que quero dizer que nós recebemos do Feltrin e do Jonas 181 crianças na creche, hoje nós temos mais de 2,5 mil. Eu quero comparar, eles fizeram três quilômetros de asfalto, nós mais de 50. Eu quero comparar, isso é produção. É produção de um governo que trabalha sério e com o mesmo orçamento fez mais. Então eu peço para população comparar. Posso comparar alvará, tempo de demora para se emitir um alvará em Farroupilha era 400 dias em média. Tu admite que um governo que se diz empreendedor demorava 400 dias em média para liberar um alvará e nós conseguimos fazer em menos de 12 horas. Isso é desburocratizar o serviço público, isso é ser eficiente e eficiência é um dos princípios da administração pública e nós, graças a Deus, fomos eficientes. Eu posso comparar segurança. Recurso encaminhado para o Mocovi, que dizem agora que vão ajudar o Mocovi, Consepro, legal, R$ 675 mil em quatro anos. Nós mais de R$ 5,3 milhões em oito anos, divide por dois, dá mais de R$ 2,5 milhões por mandato, isso é investir em segurança, na polícia, no bombeiro, policial rodoviário, no civil. Outra coisa, Parque da Imigração, Parque dos Pinheiros, Parque do Salto Ventoso. O que era antes? Era Nova Itália, Mini Itália, nada, era muito papo e pouco fato e essa é a nossa verdade. A gente quer comparar. Eu guardei um plano de governo do ex-prefeito Ademir Baretta e Fabiano Feltrin e eu convido as pessoas a procurarem nas suas casas se ainda têm para olhar o que prometiam e o que realmente eles fizeram.

Uma frase tua: Terreno para os amigos. Quem deu terreno para os amigos?

Olha, 170 terrenos foram doados para empresas entre 2000 e 2012, destes apenas 20 estão efetivamente trabalhando da forma como deveriam. Não preciso dizer mais nada, a maioria deles já foi até vendida e não cumpriu a sua função de gerar emprego, desenvolvimento. Aí é muito fácil. Tu diz que tu faz um distrito industrial e tu faz numa área que é impossível tu licenciar ambientalmente. Aí para ficar bonito e se gabavam de ganhar um prêmio daquele distrito industrial que nunca puderam colocar as empresas lá. A gente ouviu nas campanhas políticas e ouve até hoje, é muito fácil fazer as coisas, fazem tudo, eles sabem tudo, mas na hora de por em prática quem realmente faz somos nós.

É possível economizar?

Sempre é bom economizar, tanto é bom que nos tivemos no ano passado (2019) um superávit de R$ 10 milhões e uma previsão de um superávit maior ainda para esse ano. Então a gente sabe economizar e sabe investir. Não adianta economizar, porque o município não é para dar lucro, o município é para prestar serviço para a população. Não adianta tu economizar e não prestar serviço para a população. É isso que a gente se propõe a fazer e entregar para a população. Te dou um exemplo, o Pedrozo enviou há alguns meses para câmara um projeto visando reduzir três secretarias e diversos Cargos em Comissão (CCs). Por que as bancadas do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) e Partido Progressista (PP) votaram contra reduzir cargos? Votou contra economizar dinheiro? Pergunto. Será que era por que tinha uma eleição e eles queriam dizer que vão reduzir isso e aquilo? Não, tiveram oportunidade, por que eu tenho que acreditar que agora vão fazer? Eles não vão economizar. Eles chegaram a ter mais de 300 CCs na administração deles. Contra fatos não há argumentos. O nosso grupo já reduziu, a gente já teve uma redução de pessoal, mas o importante é a prestação de serviço. Nós sabemos como prestar serviços, como economizar o dinheiro, só que tem o seguinte também. Hoje dentro do quadro de funcionário da prefeitura que é cerca de 1,3 mil, um pouco mais, só na educação nós temos 2/3 desses. Nós vamos reduzir vagas na educação? Não. Nós vamos reduzir serviço para a comunidade? Não. Nós vamos ampliar os serviços com o pessoal que a gente tem.

Candidato a vice do PSD

O candidato a vice-prefeito, Leonardo Vilas-Bôas Conceição (PSD), que compõe a chapa com Sedinei Catafesta (PSD) não compareceu no Fim de Expediente, pois alegou que tinha compromissos particulares.

Deixe o seu comentário!