O vice-prefeito de Farroupilha, Pedro Evori Pedrozo, assumiu o cargo de chefe do Executivo neste sábado, 16, após a cassação do prefeito Claiton Gonçalves, em decorrência do resultado da votação do processo de impeachment contra ele, votado na noite desta sexta-feira, 15, na Câmara de Vereadores. Gonçalves, além de perder o cargo, teve seus direitos políticos cassados pelo período de oito anos.

Pedrozo tem a missão de comandar o município até 31 de dezembro deste ano e terá muitos desafios pela frente, como a continuidade do enfrentamento ao coronavírus, a busca de solução para o desemprego gerado pela pandemia, manter o aquecimento da economia, ajustar os problemas políticos já desgastados dentro da administração municipal e dar continuidade nas ações programadas por Claiton Gonçalves.

Outro item que será observado por Pedrozo é a questão dos contratos licitatórios que viraram alvos de investigações por parte do Ministério Público por supostas irregularidades e que poderão ser suspensos pelo novo prefeito.

Durante seu breve discurso de posse ele destacou que irá realizar compartilhamento entre secretarias e que algumas deixarão de existir, mas não especificou quais. Também informou que haverá redução no quadro funcional da administração e que pretende, até o final da gestão, economizar cerca de R$ 2 milhões com essas ações. Ele pediu o apoio das entidades, disse que estará com as portas do gabinete sempre abertas para o diálogo e que pretende ter o Legislativo como um grande parceiro.

A posse do novo prefeito foi prestigiada por todos os presidentes das classes empresariais do município, das forças de segurança, lideranças da comunidade, ex-secretários, atuais secretários e servidores municipais.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!