O senador Luiz Carlos Heinze (PP-RS) apoia a intenção da prorrogação das eleições municipais de 2020 para 2022.

Em entrevista à Spaço FM, Heinze explicou que a prorrogação deve-se aos cuidados com o coronavírus e que os recursos do fundo eleitoral, cerca de R$ 8 bilhões seriam utilizados na Saúde, para o combate ao Covid-19.

Em função da pandemia no novo coronavírus e com o objetivo de evitar a propagação da doença, o senador Major Olímpio (PSL-SP), enviou uma proposta através de um ofício ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) solicitando o adiamento das eleições municipais de 2020.

Ele também apresentou uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para determinar a coincidência das eleições.

Caso o texto seja aprovado, o pleito municipal será realizado simultaneamente com as eleições gerais em 2022, quando são eleitos presidente e vice-presidente da República, governadores e seus vices, senadores, deputados federais e estaduais.

Para Heinze, a preocupação não está somente com a saúde da população, mas também com a saúde financeira de micro, pequenas e médias empresas de diferentes segmentos, onde será necessário encontrar o bom senso entre prefeitos, governadores e governo federal para que a economia não entre em colapso.

Outro item destacado pelo senador é a preocupação com desabastecimento que segundo ele, pode ocorrer em virtude da paralisação de alguns setores.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!