O prefeito em exercício de Farroupilha, Pedro Pedrozo (PSB), explicou o retorno do cargo em Comissão (CC), da assessora juridica, Maiara Bogo Piccoli, à prefeitura.

A justificativa de Pedrozo é que a advogada Elda Brottumesso que está no lugar do Vandré Fardin e o Secretário de Cultura Esporte e Lazer, Francis Casali, não teriam prática, para lidar com decretos que estão sendo feitos por conta da pandemia de coronavírus. Os dois estavam sob supervisão do procurador do município, Valdecir Fontanella. “A gente estava com dificuldades com os decretos. Eu trouxe ela de volta”, afirmou.

Maiara havia pedido exoneração em fevereiro por não concordar com algumas atitudes do então prefeito Claiton Gonçalves (PDT). A servidora é esposa do vereador Fabiano Piccoli  que se filiou na última semana no Partido Socialista Brasileiro (PSB), mesma sigla de Pedrozo. O atual gestor assumiu a prefeitura depois de Gonçalves tirar licença para cuidar de alguns problemas de saúde. O retorno de Maiaria aconteceu no mesmo período de transição do vereador para o novo partido.

Conforme Pedrozo, o prazo para secretários saírem da atual administração, a fim de concorrerem nas eleições é 6 de abril, entretanto, foi estipulado para os gestores das pastas do município deixarem seus cargos até 31 de março.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!