O segundo pedido de impeachment do prefeito de Farroupilha, Claiton Gonçalves, foi protocolado na manhã desta quarta-feira, 12, na Câmara de Vereadores do município.

O autor do pedido, o empresário farroupilhense Glacir Nazário da Silveira Gomes, já havia protocolado o primeiro, mas o mesmo foi arquivado pelos vereadores por não preencher requisitos formais imprescindíveis, justificado pela procuradora da Casa Legislativa, Viviane Varela. Conforme a procuradora, no primeiro processo o autor do pedido não comprovou ser eleitor, fato que segundo ela é requisito imprescindível para as formalidades do processo.

O autor, em entrevista à Spaço FM, justificou que protocolou o mesmo pedido, mas anexou uma cópia autenticada da carteira de identidade, juntamente com uma certidão do título de eleitor, o que comprova que é um cidadão em dia com a justiça eleitoral.

No pedido consta terrenos que foram adquiridos próximo à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) sem demostrar estudo prévio e sem discutir com a Câmara de Vereadores.

Glacir Gomes acredita que já na próxima segunda-feira, 17, o pedido seja votado pelos vereadores pela admissibilidade do processo de impeachment.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!