A reforma administrativa aprovada por unanimidade pelos vereadores de Farroupilha em junho de 2013, no início do governo Claiton Gonçalves, mesmo sob os protestos dos servidores municipais, agora está apresentando os reflexos nas mudanças e nos altos salários aprovados na oportunidade. O atual presidente da Casa Legislativa,  Thiago Brunet, vem demonstrando preocupação com a situação financeira do município, e prevê que nos próximos anos faltem recursos para cumprir o pagamento da folha dos servidores e até mesmo futuras aposentadorias. “É questão de tempo para isso acontecer em Farroupilha”, alertou.

O vereador afirmou que o gestor municipal está ciente da situação e que essa iniciativa de fazer as mudanças será também uma obrigação dos próximos governantes. “Só tem uma maneira de não comprometer futuros pagamentos dos servidores, é cortando benefícios”, comentou.  Entre os benefícios, Brunet destacou o triênio, quinquênio e a função gratificada (FG) com incorporação.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!