O ministro da Justiça, Sérgio Moro deixou o governo Bolsonaro na manhã desta sexta-feira, 24. O anúncio foi feito por volta das 11h em Brasília, sendo motivado pela demissão do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, cargo de confiança de Moro.

Em seu pronunciamento ele afirmou que houve interferência política do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal e ele não poderia concordar com isso.

Com a saída do ministro, já se comenta nos bastidores o nome de Jorge Oliveira, atual chefe da Secretaria-Geral para substituir Moro como novo ministro da Justiça.

Deixe o seu comentário!