O presidente do Partido Democrático Trabalhista (PDT), Thiago Brunet, sugeriu alguns nomes para assumir secretarias de Farroupilha, mas não foi totalmente atendido pelo prefeito Claiton Gonçalves (PDT).

Brunet destacou que nas pastas do partido como Educação, Saúde, Finanças e Obras, o partido indicou profissionais. “Estes nomes, alguns deles foram sim entendidos pelo prefeito como necessários e o prefeito nomeou, outros que indicamos ele entendeu que não havia necessidade ou não tinha talvez a qualificação necessária para a pasta”, explicou.

O presidente da sigla comentou que o PDT tem ajudado a administração atual, entretanto, a decisão final é de Gonçalves. Brunet reiterou que a sigla respeitará as ações do gestor.

Segundo o parlamentar, a maioria das pessoas da executiva e do diretório do partido é contra a contratação de profissionais de outros municípios. “Não é pela qualificação que eu tenho o entendimento que são pessoas de alta qualificação, mas sim avaliando o aspecto de que não estão inseridos na comunidade”, justificou.

Há três pessoas de outros municípios, que foram nomeadas para o primeiro escalão: Chefe de Gabinete Raffaelle Marsiaj Quinto Di Cameli de Porto Alegre, procurador-geral, David Tolomeotti, do Rio de Janeiro, e o secretário de Saúde que poderá ser anunciado nos próximos dias é de Curitiba, no Paraná.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!