Após o ex-subprefeito de Vila Oliva, Jeferson Cortes, acompanhado do vereador Rafael Bueno (PDT), denunciar o presidente da agremiação João Dreher, que teria o pressionado para entregar parte de seu salário ao Partido Ecológico Nacional (PEN) no intuito de poder garantir seu cargo, a prefeitura de Caxias do Sul se manifestou por meio de nota e esclareceu que questões partidárias são de exclusiva responsabilidade dos partidos. Além disso, Cortes também apresentou denúncia sobre desvio de cascalho e obras em locais irregulares com uso do maquinário da prefeitura em propriedades privadas. Conforme Bueno, Cortes procurou o prefeito Daniel Guerra e o líder de governo Chico Guerra, mas não teria obtido resposta. Um inquérito já foi aberto para investigação.

Ainda na nota da prefeitura, é esclarecido que a administração preza pela legalidade e que toda e qualquer suspeita será investigada. Caso comprovada, os responsáveis serão punidos. "A legalidade é uma premissa deste governo e nenhum tipo de má conduta será permitida nesta administração", informa. Por fim, a prefeitura incentiva a população a denunciar suspeitas de irregularidades na ouvidoria pelo telefone 3218.6038, ou através do site caxias.rs.gov.br

Deixe o seu comentário!