A Comissão de Ética da Câmara de Vereadores está sugerindo a cassação dos direitos políticos do vereador suplente Raul Herpich (PDT). Ele está sendo investigado por quebra de decoro parlamentar no caso onde é acusado pelo Ministério Público de desvio de cerca de R$ 1,1 milhão de duas cooperativas habitacionais de Farroupilha.

De acordo com o presidente da comissão, Fabiano Piccoli, o relatório foi protocolado no Legislativo após mais de 100 dias, e os integrantes da análise buscaram informações com o Poder Judiciário e cooperativados e asseguraram um espaço para a defesa do suplente.

Nesta terça-feira, 29, os vereadores que fazem parte da comissão receberam o parecer para analisarem e na próxima semana os integrantes irão votar se acatam a sugestão que irá passar para a Comissão de Constituição de Justiça. Posteriormente irá para a votação no plenário. Todo este trâmite deve durar até 30 dias e depois votado em até cinco sessões ordinárias.

OUÇA A ENTREVISTA NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!