A defesa do prefeito Claiton Gonçalves está buscando na justiça na manhã desta sexta-feira, 15, cancelar a sessão marcada para as 13h na Câmara de Vereadores, que votará processo de impeachment contra o gestor.

Uma das alegações do pedido de suspensão é a manifestação do ex-prefeito de Farroupilha e presidente do MDB no município, Ademir Baretta, em entrevista para a Rádio SPaço FM, que afirmou que seu partido irá votar pela cassação do gestor.

Agora o documento deve ser analisado pelo juiz da comarca, Mário Maggioni, que irá julgar a denúncia como procedente ou não.

Leia Também

Deixe o seu comentário!