O advogado de defesa do prefeito de Farroupilha, Antônio Augusto Mayer dos Santos, não compareceu na audiência, na qual o gestor Claiton Gonçalves e suas testemunhas seriam ouvidos nesta quinta-feira, 16, na Câmara de Vereadores do município. O motivo alegado pelo defensor é a dificuldade de se manifestar em virtude de um procedimento odontológico realizado nesta quarta-feira, 15.

Esta foi a segunda tentativa para o andamento do processo que pede o impeachment de Gonçalves. O relator da Comissão Processante, vereador Jorge Cenci, lamentou a atitude do advogado e ressaltou que houve uma falta de respeito com a Câmara de Vereadores, com as testemunhas e com os integrantes da Comissão. “Infelizmente estamos aqui feitos de palhaços”, comentou.

VEJA O VÍDEO DA MANIFESTAÇÃO DE JORGE CENCI 

A Câmara montou uma estrutura para transmitir on-line as oitivas, tendo em vista que o advogado não poderia comparecer por fazer parte do grupo de risco em razão da pandemia do coronavírus, mas isso não foi levado em consideração pela defesa.

O presidente da Comissão Processante, vereador Fabiano Piccoli, já notificou a defesa que a próxima audiência ocorre na segunda-feira, 20, e independente de qualquer argumento ou situação, a mesma deverá acontecer, mesmo que seja necessário nomear um novo defensor para o caso.

Leia Também

Deixe o seu comentário!