O Conselho Municipal do Meio Ambiente (Comam) se reuniu com os parlamentares na Câmara de Vereadores demonstrando preocupação com o plano diretor na noite desta terça-feira, 14. O objetivo era dar subsídios para que os vereadores tenham conhecimento sobre as leis ambientais e principalmente o impacto ambiental causado pelo projeto.

O integrante do Comam, Érico Razzera salientou que as medidas do plano diretor não foram observadas em 2018 e isso ocasionou diversos problemas para os agricultores.

De acordo com Razzera, a comunidade precisa ser ouvida, mas o meio ambiente deve ser preservado. “Não adianta querer ampliar área sem ter capacidade de abastecimento de água, de tratamento de esgoto. Hoje a gente não está em um município que tem tratamento de esgoto eficiente. Não é só terreno”, pontuou.

O líder do governo na Câmara de Vereadores, Fabiano Piccoli (PSB) informou que o Executivo está fazendo algumas alterações no plano diretor e o novo projeto será apresentado com as mudanças necessárias. “O que o Executivo está fazendo é corrigindo um erro que foi feito em 2018. A gente vai fazer uma regressão desse perímetro urbano”, destacou. As mudanças deverão ser votadas nas próximas semanas no Legislativo. Atualmente, o plano diretor amplia a área urbana do município, diminuindo a parte rural.

OUÇA OS ÁUDIOS ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!