O prefeito de Farroupilha, Pedro Pedrozo (PSB), que assumiu a gestão do município no dia 16 de maio, após a cassação de Claiton Gonçalves concedeu uma entrevista especial e exclusiva durante cerca de 45 minutos no Fim de Expediente desta terça-feira, 2. Durante o programa ele comentou sobre o trabalho que está desenvolvendo a frete da administração do município nestes primeiros 15 dias.

Pedrozo iniciou sua manifestação ressaltando a dificuldade que o mundo passa ao enfrentar a pandemia do coronavírus. “Estamos num momento complicado da história”, destacou. Desta forma ele comentou que está recebendo diversos pedidos principalmente de vagas de trabalho na administração. “A prefeitura não tem emprego”, frizou.

Ele explicou que está desenvolvendo a função de gestor do município ao lado de uma equipe que se preocupada com o coletivo. “Neste conjunto, o grupo de pessoas que está comigo, nós estamos pensado primeiro em todo mundo para depois em nós”, pontou. Assim o prefeito destacou que não é o momento de se fazer política e assim desenvolver um projeto para que a população e principalmente as pessoas mais necessitadas sejam atendidas e possam receber doações de alimentos, de uma forma não politizada.

O prefeito explicou que este serviço é desenvolvido através do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), mas uma equipe está estudando outra forma para que estes mantimentos sejam melhor distribuídos.

Ainda em relação aos empregos na administração, Pedrozo comentou sobre a manifestação da vereadora Glória Menegotto, que em recente entrevista afirmou que os filiados da Rede Sustentabilidade estariam saindo do governo atual. O prefeito contou que esteve em contato com a vereadora na tarde desta terça e pediu para que ela tivesse calma e que a saída da Rede precisaria ser repensada. Ele teve contato com os filiados que atuam na administração e explicou para eles sigam desempenhando suas funções. “Não é um momento de política”, ressaltou.

Sobre as críticas realizadas novamente pelo ex-deputado estadual Álvaro Boessio (MDB), Pedrozo afirmou que prefere não se manifestar sobre o posicionamento do político.

O gestor também colocou um ponto final na questão de prorrogação do pagamento do Iptu no município. Mesmo os vereadores encaminhando um pedido de adiamento não existe a possibilidade de mais um adiamento. Em contato com o Secretário de Finanças, Gilberto Galafassi, ele explicou que cerca de 65% do imposto já foi recebido pela prefeitura e se a administração adiasse mais uma vez o pagamento a questão financeira e legal poderiam ficar comprometidas.

Durante o programa Pedrozo também respondeu diversas perguntas encaminhadas pelos ouvintes da Spaço FM, sobre diversos temas como obras, saúde, habitação entre outros. Algumas foram respondidas ao vivo pelo gestor, que você pode conferir nos áudios abaixo, e outras que foram encaminhadas para a prefeitura.

OUÇA O PROGRAMA COMPLETO 

ACOMPANHE O PROGRAMA EM VÍDEO 

OUÇA TRECHOS DA ENTREVISTA NOS ÁUDIOS ABAIXO

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!