O deputado federal, Marcel Van Hattem (Novo), destacou que a previdência no Brasil antes da reforma era uma máquina de promover desigualdade. O político afirmou que os mais ricos recebiam 41% de toda a contribuição e os mais pobres ganhavam 3%.

Outro ponto ressaltado pelo Van Hattem são as posições que a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no aspecto nacional tem defendido. “A OAB inclusive é contra a prisão em segunda instância. Mais um motivo para dizer que a OAB tem prestado um desserviço para nação, tem sido uma vergonha em muitos aspectos para a nação”, opinou.

Embora tenha salientado o seu respeito pela entidade, ele relembrou uma nota parabenizando O Supremo Tribunal Federal (STF) por aprovar a prisão em segunda instância.

Ouça o áudio abaixo 

 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!