O deputado federal, Jerônimo Goergen (PP), acredita que o ex-vice-líder do governo no senado, Chico Rodrigues (DEM), que foi flagrado com R$ 33 mil na sua cueca, durante operação da Polícia Federal, deve renunciar o cargo como senador.

A operação foi deflagrada para combater um suposto esquema que desviava recursos públicos que seriam destinados a luta contra o coronavírus em Roraima. Rodrigues havia publicado nota de esclarecimento que apontava não ter envolvimento com qualquer ato ilícito 

Em entrevista à Spaço FM, Georgen também comentou que o caso não tem relação alguma com o presidente, Jair Bolsonaro. “É um exagero querer culpar o Bolsonaro pela corrupção que o cara fez em cima das emendas lá no estado dele”, pontuou.

O deputado ainda questionou os motivos da diferença de tratamento entre os filhos do presidente e os demais políticos que compõem a base de governo.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!