O ex-prefeito de Farroupilha, Paulo Dalsóchio (PDT) criticou o gestor do município, Claiton Gonçalves (PDT), após a aprovação do pedido impeachment na noite desta segunda-feira, 2, na Câmara de Vereadores.

Dalsóchio ressaltou o bom governo de Gonçalves, entretanto, destacou que ele acabou se perdendo durante seu mandato. “Ele agiu por prepotência ou mau assessoramento. Essas falhas vão ser julgadas não tecnicamente, e sim politicamente. Desde novembro do ano passado o prefeito perdeu a base de sustentabilidade que tinha na Câmara”, analisou.

O ex-prefeito acredita na cassação de Claiton, uma vez que o julgamento será político, de acordo com sua análise. Ainda de acordo com ele, o documento está muito embasado, o que dificulta a defesa técnica de Gonçalves.

O pedido de impeachment foi aceito por unamidade. Após a votação, foi criada a comissão processante, composta por Eleonora Broilo, José Mário Bellaver e Sedinei Catafesta. A comissão indicou Eleonora como presidente e Bellaver e Catafesta como relatores.

Até mesmo a vereadora da base do governo na Câmara de Vereadores, Maria da Glória Menegotto (Rede) pediu para que Claiton renunciasse. 

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!