O deputado federal, Osmar Terra, (MDB-RS) afirmou em entrevista reproduzida na manhã desta sexta-feira, 1º de outubro, que é melhor ser tachado como fanfarrão do que ladrão. “Não sou fanfarrão e se fosse fanfarrão seria melhor do que ladrão”, respondeu. A colocação foi feita após ele comentar sobre a manifestação do presidente da CPI da Covid, o senador Omar Aziz (PSD-AM) em que afirmou para o filho do presidente, Flávio Bolsonaro, que Terra é um fanfarrão e teria enganado Bolsonaro, durante o depoimento do empresário Luciano Hang. “Eu não tenho medo de dar opinião, o dia que eu tiver que calar e não dar opinião eu não vou fazer nada eu não sou mais nem cidadão”, finalizou Terra.

OUÇA A ENTREVISTA NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Deixe o seu comentário!