O ex-governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto (MDB), durante entrevista à Spaço FM nesta quarta-feira, 22, afirmou que o atual governador do Estado, Eduardo Leite (PSDB), tem moral para disputar o cargo de presidente do Brasil nas eleições do próximo ano.

Ele ressaltou que Leite é um jovem de boa comunicação, articulador e que tem avançado em ações que realmente precisavam ser alcançadas nas reformas de estruturação do Rio Grande do Sul.

Rigotto ressaltou que os estados, de um modo geral, nunca arrecadaram tanto, mas isso também se deve pelo aumento exagerado dos combustíveis e outros suprimentos que elevaram impostos que foram arrecadados pelo tesouro, bem como o auxílio financeiro do governo federal.

Em relação aos possíveis candidatos a presidente do Brasil, o ex-governador acredita numa outra via para enfrentamento à Bolsonaro, Lula e Ciro Gomes e que três candidatos já inviabiliza o enfrentamento da polarização.

Conforme Rigotto, essa outra via poderá vir de uma fusão entre PSD, DEM e PFL, e o nome indicado possivelmente será o do presidente do Senado Rodrigo Pacheco.

Germano Rigotto, que nesta data está completando 72 anos, deverá concorrer a uma vaga na Câmara Federal nas eleições de 2022.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!