O empresário Gervásio Silvestrin opinou sobre a reforma tributária que está sendo proposta pelo governador Eduardo Leite (Psdb). Silvestrin destacou que o aumento de impostos atingirá a classe menos favorecida.

Além disso, a reforma irá tirar a competitividade do estado que gasta mal os seus recursos. “Antes de qualquer reforma tributária, tem que ser feita uma reforma administrativa que mexa drasticamente nos gastos do estado. O estado gasta mal com marajás, mordomias. Tem que cortar os gastos desnecessários”, sugeriu.

O presidente do Observatório Social de Farroupilha, Carlos Alberto Paesi, também acredita que o estado precisa cortar os privilégios e fazer uma reforma administrativa. “Nós temos que mudar o pensamento, a reforma tributária tem que diminuir impostos e não aumentar impostos. Ou se mexe na parte administrativa ou se fecha o estado”, comentou.

A empresária Maria de Lourdes Anselmi acredita que não há mais como tirar de quem não tem. De acordo com ela, será um desastre para o estado se a reforma tributária passar na Assembleia Legislativa. “Espero que essas pessoas que estão decidindo realmente escutem os apelos que as entidades estão fazendo”, argumentou.

OUÇA OS ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!