O presidente do Partido Democrático Trabalhista (PDT), Thiago Brunet, comentou sobre a parceria da sua sigla com o Partido Socialista Brasileiro (PSB) e a escolha de Francis Casali para compor a majoritária junto ao prefeito Pedro Pedrozo (PSB).

Brunet enfatizou que a sua ideia era apenas lançar nomes ao Legislativo, a fim de fortalecer o partido na Câmara de Vereadores e não fazer parte da majoritária. No entanto, a maioria dos filiados demonstrou a vontade do partido estar com um nome a vice.

O presidente justificou sua falta no início da convenção, e contou que estava voltando de Caxias do Sul e o pneu de seu carro furou, o que o fez chegar no final do evento.

Apesar de não ter conseguido chegar a tempo, Brunet reforçou o pedido aos filiados do PDT para apoiarem a chapa composta com o PSB. “Peço união, que apoiem o Francis. O PDT sempre nas últimas eleições que teve, sempre esteve unido e sempre apoiando uma chapa. Eu espero que assim permaneça”, ressaltou.

Outro assunto comentado pelo presidente do PDT foi a nomeação do pai de Francis, Cesar Antonio Casali, como Cargo em Comissão (CC) da administração como diretor de Departamento de Logistíca e Controle de Frota, lotada na Secretaria da Saúde. "Eu não tenho conhecimento que houve essa troca, mas não vejo com bons olhos essa nomeação. Jamais eu iria trocar um cargo por um cargo a vice prefeito. Se isso ocorreu, ocorreu particular, pessoal", esclareceu. 

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Leia Também

Deixe o seu comentário!