O prefeito eleito de Farroupilha, Fabiano Feltrin e seu vice Jonas Tomazini divulgaram no final da tarde desta sexta-feira, 11, os nomes dos secretários que irão compor a administração do município a partir de 1º de janeiro de 2021. Feltrin e Tomazini participaram do programa Fim de Expediente desta sexta e comentaram sobre as escolhas. “Esses secretários são de confiança e convite do prefeito, não dos partidos”, declarou.

Feltrin comentou que neste formato apresentado a prefeitura já terá uma diminuição de 14 para nove pastas. Ele também ressaltou que pessoas e entidades foram contatadas para indicarem nomes para assumirem os postos. No momento ainda resta a divulgação do nome que irá ocupar a cadeira da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, que será anunciado nos próximos dias. Durante o programa, Feltrin e Tomazini contaram quem são os oito secretários.

A primeira confirmação foi a do advogado e ex-presidente da OAB subseção Farroupilha, Rafael Gustavo Portolan Colloda. “Ele já está determinado em nós fazermos uma prefeitura digitalizada”, salientou Feltrin. Para a Secretaria de Finanças, a indicação foi a do ex-gerente da Caixa Econômica Federal, Plínio Balbinot, que tem graduação em matemática e pós-graduação em gestão de pessoas. Feltrin salientou o empenho que sua administração terá para a diminuição de gastos e destacou a importância de Balbinot à frente das finanças do município. “Nós seremos detalhistas”, destacou.

Na área da Saúde o nome confirmado foi o de Clarimundo Gründmann, que faz parte do Conselho Administrativo do Hospital São Carlos. Feltrin enfatizou o empenho de Grüdmann junto a instituição de saúde que enfrentou uma crise financeira com mais de R$ 40 milhões em dívidas, além de ressaltar o bom relacionamento dele com profissionais da área.

O prefeito eleito também comentou sobre as aglutinações que a Secretaria da Educação irá apresentar com a reforma administrativa que será realizada, além do ensino que irá contar com a cultura, esporte e lazer. Para o cargo, Feltrin nomeou a professora e ex-diretora da Escola de Ensino Fundamental Santa Cruz, Luciana Zanfeliz. Ele salientou o nível que ela colocou na instituição que se destacou no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Feltrin destacou o entrosamento de Luciana junto com servidores, já que ela também foi presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Farroupilha (Sismuf).

Para a Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação, Feltrin explicou que será uma das áreas mais atuantes de seu governo. Quem assumirá esta pasta será o vereador eleito Jorge Cenci. Na Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente, Feltrin e Tomazini indicaram a engenheira de segurança Cristiane Girelli Chiele, que foi uma indicação da Câmara de Indústria, Comércio e Agronegócios de Farroupilha (Cics) de Farroupilha. O objetivo desta pasta também é a desburocratização e o enxugamento da máquina pública, aglutinando duas pastas.

O nome divulgado para a Secretaria de Desenvolvimento Rural foi o de Fernando Silvestrin. O prefeito eleito explicou que ele auxiliou na construção do projeto de campanha de Feltrin e Tomazini e foi muito requisitado nas reuniões com as comunidades. “O Fernando era recomendado por todo o interior”, enfatizou.

O oitavo nome divulgado pela próxima administração foi o de Argídio Schmitz como secretário de Desenvolvimento Urbano, Infraestrutura e Trânsito. Para Feltrin, Schmitz tem alta competência e uma boa ligação com as equipes de trabalho da pasta.

OUÇA A ENTREVISTA NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!