Um dos idealizadores do Plano Real, o economista e ex-presidente do Banco Central (BC), Gustavo Franco, que é o responsável pelo plano de governo do candidato João Amoêdo (Novo) à Presidência, esteve em Caxias do Sul nesta terça-feira, 28, onde conversou com correligionários sobre estratégia de campanha e a apresentação das propostas elaboradas.

Ele prevê uma eleição marcada pelo desejo de mudanças em todas as esferas e em todos os cargos. Segundo Franco, a política foi manchada pela corrupção e é necessária uma reforma para o Brasil se transformar em um país moderno com uma economia que funcione melhor.

Em relação à crise, Franco garante que o principal sintoma é o desemprego e isso se deve a uma política macro-econômica inconsistente, descontrole das finanças públicas e transmissão para o setor privado. A proposta do partido Novo é trabalhar para as empresas, permitindo que elas gerem renda e empregabilidade. “Um país que quer suas empresas gerando empregos tem que tratá-las direito, como contribuinte, sócia do crescimento econômico e não a que paga a conta”, comentou.

O economista ainda afirma que é necessário rever a carga tributária, até porque as empresas são o centro do progresso e que o mau funcionamento da economia decorre de tratar mal as empresas, quer sejam pequenas, médias ou grandes.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!