O deputado federal Henrique Fontana (PT) criticou mais uma vez o presidente Jair Bolsonaro e sua família durante sessão na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Em sua manifestação, ele afirmou que há vários motivos para o presidente da câmara, Rodrigo Maia (Dem) aceitar e analisar um dos pedidos de impeachment contra Bolsonaro.

Fontana questionou os motivos que levaram Fabrício Queiroz a depositar R$ 89 mil na conta da primeira dama Michele Bolsonaro, e por que Queiroz pagava mensalidades da escola dos filhos do senador Flávio Bolsonaro.

Além disso, também perguntou os motivos que levaram Queiroz a ser protegido na casa do advogado pessoal da família Bolsonaro e como uma loja de chocolates de Flávio conseguia lucros para comprar imóveis baratos que seriam revendidos por um valor mais alto. “A família Bolsonaro tem através desta rachadinha, um esquema de corrupção para lavagem de dinheiro e enriquecimento ilícito”, denunciou.

Fontana fez um apelo para Maia, a fim de quebrar “o processo de proteção a Bolsonaro”. “Nestes 42 pedidos de impeachment que estão na mão de vossa excelência, não há nenhum crime de responsabilidade para ser investigado?”, perguntou.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!