O deputado federal Marlon Santos pediu sua saída do Partido Democrático Trabalhista (PDT) e declarou que esta sigla não respeita que tem votos. Santos participou ao vivo do programa Fim de Expediente e alguns trechos de sua entrevista foram reprisados no Panorama desta segunda-feira, 14. Segundo o deputado, o pedido de desfiliação está na justiça. “Eu não esperei a janela”, destacou. Santos está esperando a decisão que de acordo com ele será favorável para a sua saída. “Quer ser inimigo da sigla? É só ter voto”, pontuou. Ao final ele salientou que não deixará seus amigos e apoiadores na mão e já é pré-candidato para a Câmara Federal, mas não definiu para qual partido irá.

OUÇA A ENTREVISTA NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Deixe o seu comentário!