Os oito volumes do processo de impeachment contra o prefeito de Caxias do Sul Daniel Guerra (Republicanos) começaram a ser lidos na manhã desta sexta-feira, 20, na Câmara de Vereadores. A primeira peça levou mais de oito horas para ser finalizada e somente após às 17h30 o segundo volume foi inciado.

Até as 8h30 deste sábado, 21, pouco mais de mil páginas foram lidas das 3.969 existentes no processo. Inicialmente, a previsão para a finalização da leitura era de oito dias, mas foi reduzida para uma expectativa de quatro dias após a defesa do prefeito, realizada pela procuradora do município,Cássia Kuhn, dispensar a leitura das páginas duplicadas no processo (cerca de 350 páginas). Há um revezamento dos vereadores na leitura, que não parou em momento algum.

Após o processo ser lido, o presidente solicitará a manifestação dos vereadores, que terão direto de até 15 minutos para se pronunciarem. Já a defesa do prefeito terá um tempo de até duas horas para suas considerações.

Conforme a assessoria do Legislativo, a previsão é de que o processo seja concluído na terça-feira, 24, véspera de Natal.

Para a cassação de Guerra são necessários 16 votos. O prefeito ainda entrou com uma liminar no Superior Tribunal Federal (STF) para suspender o processo de impeachment, a qual ainda não teve resposta.

Leia Também

Deixe o seu comentário!