O vereador e pré-candidato à reeleição, Thiago Brunet (PDT) está apto para concorrer ao Legislativo. O Ministério Público (MP) havia enviado um pedido para a justiça solicitando a impugnação do candidato.

De acordo com Brunet, em 2015 ele estava indo até o Hospital Saúde, em Caxias do Sul, para consultar uma paciente. No caminho ele acabou sendo parado em uma blitz e não portava a sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e por isso foi condenado a pagar uma cesta básica e essa situação já foi regularizada.

Brunet salientou que o MP não tinha conhecimento dessa quitação com a justiça e o seu advogado apresentou a sua negativa. O vereador revelou que foi alvo de várias fofocas. “Nunca atropelei ninguém, nunca dirigi embriagado. Fui pego numa blitz sem a carteira de motorista, essa é a verdade”, esclareceu.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Deixe o seu comentário!