O presidente da Comissão de Ética da Câmara de Vereadores, e líder do governo municipal na Câmara, vereador Fabiano Piccoli, respondeu o pedido do ex-vereador Raul Herpich, quando cobrou ética do vereador Piccoli, pelo fato de ter a esposa trabalhando como cargo de confiança (CC) na prefeitura de Farroupilha e com um alto salário.

Piccoli, lamentou e esclareceu que o ex-vereador Raul Herpich não tem dignidade, não tem vergonha na cara e que deveria pedir para ser preso pelos atos falhos que cometeu contra pessoas que sonhavam com a casa própria.

O presidente da comissão declarou que Raul está acuado por ter enganado essas pessoas e vivendo como rico, se esbaldando em luxúrias as custas dos associados das cooperativas habitacionais. "Ao ler o processo eu sentia nojo do que ele fez”, destacou.

Fabiano também explicou as cobranças de Herpich sobre o fato de ter a esposa trabalhando na prefeitura, mas ressaltou que ela recebe pela responsabilidade que tem e pelo trabalho que exerce, e que não vai ser uma pessoa que não tem caráter, valores e que enganou uma comunidade que vai impedi-lo de continuar com um trabalho sério que vem realizando.

A reportagem da Spaço FM entrou em contato com o Herpich que não quis se manifestar sobre o caso. 

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!