O presidente do Partido Democrático Trabalhista (PDT), Thiago Brunet, afirmou que a sigla atuará de forma independente na Câmara de Vereadores, em Farroupilha.

Ele destacou que se o prefeito Pedro Pedrozo (PSB) tiver ações corretas, será elogiado pela bancada, mas se houver erros na administração, as críticas acontecerão. “Nós neste momento não temos compromisso com a mentira, nós temos um compromisso com a verdade”, destacou.

Brunet também deixará a liderança de governo no Legislativo, porque, de acordo com o presidente do partido, houve uma ruptura e desde o momento que Claiton Gonçalves (PDT) saiu do governo, Brunet também não fez mais parte da liderança da administração.

O vereador mais cogitado para assumir a liderança do governo na Câmara de Vereadores é Fabiano Piccoli (PSB). O partido do Pedrozo ainda conta com o Rudmar Élbio da Silva no Legislativo.

Ele havia sido nomeado o secretário do Desenvolvimento Rural por Gonçalves na semana decisiva do impeachment. Pedrozo exonerou Silva ainda no sábado, 16, assim que assumiu a prefeitura. O parlamentar pediu atestado médico para 15 dias antes de retornar à câmara.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!