O Partido Novo trouxe representantes para a Câmara de Vereadores de Farroupilha nesta terça-feira, 14, para apresentar a sigla à comunidade. O pré-candidato a deputado federal Maurício Marcon contou um pouco de sua história na política e a mudança de partido. Em Caxias do Sul concorreu a vereador gastando R$ 3,5 mil para alcançar 1,2 mil votos, chegando na segunda suplência na última eleição. Ele comentou que não estava no partido certo e se desfiliou do PSDB para se filiar ao NOVO.

Marcon salienta que o diferencial do Partido Novo é o processo seletivo para ser aceito pela sigla que abrange quatro etapas. Além disso, o NOVO depende do dinheiro dos filiados, pois não utiliza dinheiro público. Até o momento o partido tem 18 mil filiados no Brasil e não se coliga com partidos que utilizem o fundo público para campanhas. Além disso, possui R$ 3 milhões em caixa do fundo público para campanha e o valor está em uma conta a espera de uma decisão da justiça para devolver o dinheiro aos cofres. 

Por fim, ele ainda comenta que os pré-candidatos do PMDB receberão cerca de R$ 1,5 milhão para a campanha. Com isso, Marcon fez um desafio ao deputado Mauro Pereira para que aplique o valor na educação ou na saúde.

Confira a entrevista no áudio abaixo:

 

Áudios

Deixe o seu comentário!