Daniel Guerra (Republicanos) entrou com um processo na justiça para reaver seu cargo como prefeito de Caxias do Sul, na última sexta-feira, 3. O documento aguarda o despacho do juiz. 

No processo consta o pedido de anulação do processo de impeachment, além da suspensão da eleição indireta para prefeito, com sua recondução imediata à prefeitura do município.

Guerra sofreu impeachment, que havia sido protocolado pelo seu ex-vice-prefeito, Ricardo Fabris. A sessão durou dois dias e teve a aprovação de 18 vereadores.

O atual prefeito de Caxias, Ricardo Daneluz (PDT), assumiu interinamente a prefeitura em 2 de janeiro e ficará no cargo até a eleição indireta que ocorrerá em 9 de janeiro, a partir das 8h30.

O pleito terá chapa única: Flávio Cassina (PTB) e Elói Frizzo (PSB) como prefeito e vice, respectivamente. Se forem eleitos, eles assumirão no mesmo dia.

Leia Também

Deixe o seu comentário!