O suplente de vereador de Farroupilha, Alberto Maioli, confirmou sua saída da Rede Sustentabilidade e filiação no Partido Progressista (PP), em 20 de março. Ele destacou que recebeu o convite de Fabiano Feltrin e do presidente da sigla, Josué Kiko Paese.

Maioli comentou que já estava com vontade de sair da Rede, mas não quis explicar o motivo. “Não saio com mágoa de ninguém. Eu falei para o Feltrin que todos os prefeitos que entrarem precisam colocar secretários que saibam representá-lo. O prefeito também precisa trabalhar de portas abertas”, salientou. De acordo com o parlamentar, ele poderia ter sido melhor aproveitado na atual administração. O político ressaltou que está focado em eleger Feltrin. Maioli já passou pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB) e pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT).

Em relação ao pedido de impeachment de Claiton Gonçalves (PDT), Maioli afirmou que se houve erro, o prefeito deve ser responsabilizado. “Se a pessoa comete um crime, precisa pagar pelo crime que cometeu”, concluiu.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

 

 

 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!