O Observatório Social em parceria com a Escola de Cidadania está oferecendo um curso para os candidatos a vereador em Farroupilha. O objetivo é apresentar aos postulantes quais as funções de um parlamentar e o que pode e não pode fazer no Legislativo. Ainda não há datas definidas, pois existe a necessidade de saber quantos vão estar interessados.

Segundo o presidente da entidade, Carlos Alberto Paesi, o eleitor precisa parar de pensar em eleger um representante, e sim fazer uma seleção para ver qual candidato defenderá o interesse da população ao invés de uma agremiação.

Além disso, o Obsertvatório Social está disponibilizando um termo de compromisso para os candidatos assinarem. A assinatura do documento não é obrigatória, mas a associação divulgará o nome daqueles que assinaram. “Se eu sou uma pessoa do bem, transparente e quero o melhor eu vou assinar, porque o que está escrito ali é simplesmente minha função”, explicou Paesi.

Sobre a possibilidade do candidato não querer assinar com a justificativa de que não precisa provar nada para ninguém, o presidente da entidade pontuou que já teve políticos afirmando serem transparentes. “A gente viu que não era bem assim”, contou. Conforme Paesi, o plano de governo dos políticos não será cobrado, e sim apenas questões ligadas a moral e idoneidade.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!