O presidente da Câmara de Vereadores de Farroupilha, Sedinei Catafesta (PROS) e um funcionário da casa, assinaram Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) na Promotoria de Justiça nesta quinta-feira, 18, para evitar ajuizamento de ação civil. Catafesta é acusado de ato de improbidade administrativa decorrente do uso indevido de verba pública pela locação de veículo para a realização de viagem particular ao município de Imbé/RS, em 13 de fevereiro deste ano. Além disso, o presidente do Legislativo, que ocupa momentaneamente o cargo de prefeito, também utilizou diárias, o que gerou despesa de R$ 1.009, 87 para a Câmara. A quantia será quitada em duas parcelas, com vencimento em janeiro e fevereiro.
Contudo, o caso segue para apreciação do Conselho Superior do Ministério Público do Estado, que irá decidir se o pagamento dos valores eximirá Catafesta do crime de improbidade administrativa. Procurado pela reportagem da Spaço FM, o prefeito em exercício preferiu não se manifestar sobre o assunto, e disse estar 'tranquilo' em relação ao caso.

Deixe o seu comentário!