A qualidade da água que abastece Farroupilha vem sendo debatida por autoridades do município. O presidente da Câmara de Vereadores, Thiago Brunet, apresentou um relatório que informa a presença de níveis superiores aos permitidos de chumbo, cobre, níquel e zinco na barragem da Julieta. Entretanto, a secretária da Saúde, Rosane da Rosa, voltou a afirmar que a água utilizada para abastecer a cidade é potável e explicou que a análise apontada pelo vereador foi feita na água que antecede o processo de tratamento feito pela Corsan. De qualquer forma, ela ainda salientou a importância de se discutir o assunto e da fiscalização por parte do Poder Legislativo. Rosane ainda tranquiliza a população e destaca que a água passa por todas a análises preconizadas pela Organização Mundial da Saúde. Conforme a secretária, está sendo avaliada a possibilidade de solicitar um laudo mais completo para o Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen/RS).

Confira a entrevista no áudio abaixo:

 

 

Áudios

Deixe o seu comentário!