O município de Farroupilha contabilizou nesta quarta-feira, 7, mais três mortes e o número de óbitos por coronavírus é de 88. As vítimas foram dois homens de 53 e 75 anos que faleceram no último sábado, dia 3, e uma mulher de 65, que não resistiu a doença nesta seguna-feira, 5.

No boletim desta quarta também foram registrados 40 novos casos e o número de ativos reduziu para 284, em comparação com esta terça-feira, 6, quando o indicativo apontava para 293 pacientes com a doença. Até o momento município já teve 5.461 casos do vírus com 5.089 recuperados.

Os números relativos à ocupação de leitos do Hospital São Carlos podem ser consultados através do site do Governo do Estado https://covid.saude.rs.gov.br. Digite o nome da cidade ou hospital para verificar os dados locais.

VACINAÇÃO

O município já vacinou 10.447 pessoas nascidas em 1956 ou antes, além de idosos acamados, trabalhadores de saúde, moradores e funcionários de Instituições de Longa Permanência para Idosos, indígenas e pacientes com deficiência residentes em lares inclusivos. A primeira dose já foi aplicada em 8.557 pessoas e a segunda em 1.890.

PRÓXIMA IMUNIZAÇÃO - SEGUNDA DOSE

9/4 – sexta-feira – período da manhã – 78 anos;
SEGUNDA DOSE para idosos de 78 anos, conforme marcação na carteirinha de vacinação.
Das 8h30 às 11h30 – no Largo Carlos Fetter, onde ocorre a feira do produtor rural. (Formato drive-thru);

9/4 – sexta-feira – período da tarde – 77 anos;
SEGUNDA DOSE para idosos de 77 anos, conforme marcação na carteirinha de vacinação.
Das 13h30 às 16h30 – no Largo Carlos Fetter, onde ocorre a feira do produtor rural. (Formato drive-thru);

Para ser vacinado é preciso apresentar um documento com foto e a carteirinha de vacinação, comprovando a data agendada para a aplicação da segunda dose. Até o momento não há uma previsão para chegada de novo lote de vacinas para a imunização de pessoas nascidas no ano de 1957.

DOAÇÃO DE ALIMENTOS

O gabinete da primeira-dama de Farroupilha, Ariane dos Santos Feltrin, com o apoio do Lions Club Centro está arrecadando alimentos não perecíveis nos pontos de vacinação. Os produtos serão destinados para o Hospital São Carlos e também para pessoas em vulnerabilidade social do município.

Leia Também

Deixe o seu comentário!