O prefeito de Farroupilha, Claiton Gonçalves criticou algumas atitudes da administração do Hospital São Carlos. De acordo com ele, a instituição não está prestando contas para a comunidade sobre os valores que recebe dos órgãos públicos e destina para o atendimento de seus pacientes e melhorias na casa de saúde. “O hospital deve sim explicações em relatórios muito claros, muito transparentes”, enfatizou.

O gestor municipal explicou que desde 2013 a instituição já recebeu dos três níveis de governo cerca de R$ 143 milhões, o que representa R$ 23 milhões por ano até 2019. Ele também comentou que caso isso não ocorra, a instituição pode sofrer alguma punição. “O castigo virá”, ressaltou.

Ainda durante sua manifestação para a Rádio Spaço FM, o prefeito comentou sobre o não repasse de verbas para a área da saúde por parte da bancada gaúcha de deputados federais. “A regra você cria do jeito que você quer”, declarou.

Gonçalves afirmou que o município esteve reunido no gabinete do deputado federal Giovani Cherini, que é o coordenador da bancada, e a superintendente do São Carlos, Janete Toigo, em outro momento e fez as solicitações para as autoridades, mas elas não foram enviadas para o município. “Alguns políticos estão atrás da política de varejo”, pontuou.

OUÇA A ENTREVISTA NO ÁUDIO ABAIXO

Áudios

Deixe o seu comentário!