O médico Felipe Belanda Trofino orientou a prática de 20 minutos de banho de sol entre 10h e 14h diariamente para absorção de vitamina D. O motivo de se expor ao sol nesse horário é a incidência maior dos raios UVB, úteis para atingir um produção de vitamina D adequada. 

Conforme Trofino, muitos médicos estão orientando as pessoas a fugirem do sol por conta do aumento do índice de câncer de pele. “Quero que as pessoas entendam que ninguém está pedindo para vocês ficarem duas ou três horas expostas ao sol”, explicou. Além disso, ele destacou que muitas pessoas têm heliofobia, medo de luz solar.

O conselho para aqueles que não sabem o momento de sair de uma área onde há sol, é preciso perceber quando a pele começa a ficar com a cor roseada. “Sim, tu podes passar o protetor solar, mas depois que tu já pegou esses 20 minutos de sol”, sublinhou Trofino.

O especialista pontuou ainda que alguns grupos de pessoas tem a absorção de vitamina D dificultada como pessoas obesas, com peles escura, algumas comorbidades e idosas.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Deixe o seu comentário!