O secretário de Meio Ambiente, Adriano Colferai, em entrevista à Spaço FM, atualizou informações sobre o andamento nas investigações do descarte ilegal de centenas de tubetes cheios de sangue, utilizados em laboratório. Eles foram encontrados em uma lixeira, dentro de uma embalagem plástica.

Conforme o secretário, as primeiras análises sobre o sangue encontrado, são de origem animal e não humano. Ele explica que as investigações estão apontando um caminho para descobrir o responsável pela autoria do fato, mas se reservou em não passar detalhes que possam prejudicar o andamento das investigações. "Estamos próximo de um desfecho final”, declarou.

Ele também comentou que irá encaminhar o caso ao departamento jurídico da prefeitura para obter uma resposta se o resultado final da investigação deverá ser encaminhado à Polícia Civil, pois isso é considerado também um crime ambiental e colocou em risco a saúde pública.

Confira no áudio abaixo

Deixe o seu comentário!