O médico Edison Renato Rossler afirmou que a população é marionete nas mãos do governador quando o assunto é distanciamento controlado. Para ilustrar sua explicação, Rossler destacou que os governantes dão movimento as suas marionetes puxando cordas vermelhas e pretas, fazendo comparação com as bandeiras utilizadas pelo estado.

De acordo com o médico, houve divisão dos médicos, uma vez que alguns profissionais defendem o tratamento nos primeiros sintomas e outros não. Essa situação faz com que o paciente escolha o médico pela confiança. Ele defende o uso de medicamentos quando houver os primeiros indicativos da doença. “Primeira coisa, tem que se cuidar. O que acontece, nos primeiros sintomas você tem que passar a chave na porta, já toma uma azitromicina, pode tomar um zinco, aspirina, uma vitamina D. Mas se tu te cuidares na alimentação, já tem zinco e vitamina D”, orientou.

Rossler acredita que na segunda fase dos sintomas, esse tratamento preventivo não tem mais efeito e o vírus já entrou nas células. Já na terceira fase, o indicado é usar corticoide, porque ajuda a aumentar a proteção no corpo. “Eu tenho colegas médicos aqui em Farroupilha que vão me cacetear, mas nem estou”, comentou. O médico também contou que sua filha e sua neta estavam se sentindo mal e ele orientou que elas tomassem ivermectina. Após 48 horas, sua filha e neta já se encontravam melhor.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!