O Rio Grande do Sul permanecerá em bandeira preta nas próximas duas semanas. O anúncio foi feito pelo governador Eduardo Leite em uma coletiva de imprensa online no final da tarde desta sexta-feira, 5. O novo decreto também apresenta novas medidas restritivas e é válido para todo o estado a partir de segunda-feira, 8. Com isso, a cogestão com os municípios deve retornar em 22 de março.

As atividades seguem proibidas das 20h às 5h ao menos até o dia 31. Ainda conforme o documento, supermercados não poderão mais vender itens não essenciais, ou seja, só poderão comercializar alimentos e produtos de limpeza e higiene. Outra medida tomada foi a proibição de banho de mar e prática de esportes aquáticos nas praias, além da permanência na faixa de areia que já estava restrita.

Leite ainda afirmou que a Secretaria Estadual da Fazenda irá estudar o que é possível fazer para ajudar os setores impactados pelo fechamento, como mudanças no prazo e pagamento do Icms. O governador também declarou que as regras da bandeira vermelha passarão por manutenção e ficarão mais rigorosas.

Deixe o seu comentário!