A Serra Gaúcha foi classificada com bandeira preta no mapa preliminar do Distanciamento Controlado do governo do estado na noite desta sexta-feira, 19.

Além da região de Caxias do Sul, outras 10 também receberam a mesma classificação, sendo elas Capão da Canoa, Taquara, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Palmeira das Missões, Erechim, Passo Fundo, Santa Cruz do Sul e Lajeado.

Conforme anúncio do governador Eduardo Leite, as regiões classificadas na bandeira preta ficam impedidas de retomarem as aulas na próxima semana como estava previsto, tanto na rede pública, quanto na rede particular.

Durante a apresentação o governador salientou ainda que existe a possibilidade de suspender o sistema de cogestão, que permite as prefeituras adotarem protocolos da bandeira anterior para o funcionamento de atividades não essenciais. Isso ainda será discutido pelo governo em uma reunião com a Famurs na segunda-feira, 22.

Eduardo Leite também confirmou um período de restrição de atividades das 22h às 5h até o início de março, mas salientou que não se trata de toque de recolher. A decisão cabe recurso e passa a valer a partir da terça-feira, 23, até 1º de março.

A regiões de Bagé, Ijuí, Pelotas, Santa Rosa, Cachoeira do Sul, Cruz Alta, Guaíba, Santa Maria, Santo Ângelo e Uruguaiana ficaram na bandeira vermelha. 

Deixe o seu comentário!