As medidas para conter o coronavírus estão sendo cada vez mais intensificadas na Itália. O farroupilhense Alexandre Broilo, que mora em Verona, na região da Lombardia, afirmou que a situação saiu do controle. O acesso às ruas está limitado e as pessoas apenas podem frequentar supermercados.

Segundo o brasileiro, se o vírus chegar a atingir 20% da população italiana, poderão morrer mais de um milhão de pessoas. “Aqui começou como um caso isolado, não deram atenção necessária, hoje nos temos mais de 10 mil contaminados e mais de 630 mortes no dia de hoje”, informou.

Broilo definiu como devastador o impacto econômico no país e toda a situação já está gerando crises sociais, uma vez que a doença se espalhou por todas as regiões da Itália.

O farroupilhense ainda alertou os gaúchos sobre os riscos que o coronavírus pode trazer ao estado. “É importante que essa pauta seja colocada na mesa. Tem que abrir o olho, convidar especialistas para falar do assunto”, aconselhou.

Além de Porto Alegre ter confirmado o primeiro caso da pandemia, no Rio Grande do Sul, a Serra Gaúcha já registrou o primeiro infectado em Caxias do Sul. O homem, de 42 anos, esteve em Milão e apresentou sintomas em 29 de fevereiro. Ele está em isolamento domiciliar.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO  

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!