O prefeito de Garibaldi, Antonio Cettolin comentou sobre a ocupação de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do seu município, que está em 100%. O gestor municipal esclareceu que grande parte dos pacientes não são moradores da cidade. “Muitos pacientes que estão na UTI não são de Garibaldi. Nós atendemos a grande Porto Alegre. São situações que não são só de Garibaldi”, informou.

Segundo Cettolin, foi feito um decreto que restringe ainda mais a circulação de pessoas em lugares públicos. O intuito é proteger a população. Ele ressaltou que apenas metade dos pacientes da ala é morador de Garibaldi.

Em caso de descumprimento das medidas do decreto, a multa é de R$ 100 para pessoa física e para estabelecimentos comerciais a penalidade varia de advertência escrita e multa de no máximo R$ 2.325 à cassação de alvará. 

O administrador municipal não acredita que a região de Caxias do Sul troque de bandeira, pois os números da covid-19 têm crescido. “Essa semana tivemos um acréscimo acentuado de contágio”, destacou.

OUÇA O ÁUDIO ABAIXO 

Áudios

Leia Também

Deixe o seu comentário!