O passivo de cerca de R$ 2,6 milhões do Hospital São Carlos com os médicos da insituição deve ser quitado de forma parcelada pelo município. Em entrevista exclusiva à Spaço FM, o prefeito Claiton Gonçalves confirmou que na reunião programada para esta quinta-feira, 29, com a direção da instituição e corpo clínico, será oferecido o pagamento integral da dívida, a ser feito em 3 vezes. Com isso, o objetivo é agilizar cirurgias represadas desde o final do ano passado. Devido aos atrasos salariais, os médicos paralisaram a realização dos procedimentos eletivos, quando o paciente não corre risco de vida. 
No encontro de logo mais, que ocorre no gabinete do prefeito, também estará presente o Ministério Público (MP) e representante do Conselho Regional de Medicina/RS. Todo o recurso, conforme Claiton, sairá dos cofres do município. Confira a entrevista no áudio abaixo.

Deixe o seu comentário!