No dia de ontem uma resolução foi publicada com o objetivo de reduzir o número de cesarianas realizadas no Brasil. A medida faz parte de um conjunto anunciado pelo Ministério da Saúde para tentar frear o que o órgão chama de “epidemia de cesáreas”. Um estudo aponta que hoje, 8 em cada 10 mulheres atendidas pelos planos de saúde têm seus bebês por meio cirúrgico. A novidade pegou de surpresa o Dr. Élio Fresleiben que na conversa com a reportagem revelou que os planos de saúde terão sérios problemas em cumprir a resolução. 

Logo após a entrevista, o Conselho Federal de Medicina divulgou nota oficial sobre o assunto. 

A entrevista com o Dr. Freisleben, reproduzida no Panorama desta quinta-feira, você acompanha abaixo. 

Áudios

Deixe o seu comentário!