Portadora de insuficiência renal, Maria de Lurdes Gasparin optou pela Diálise Peritonial há três anos, devido a problemas cardíacos. Desde lá realiza o processo diariamente, por doze horas, em sua residência, no bairro Pio X. Em contato com o Instituto de Nefrologia do Hospital Pompéia, responsável pela hemodiálise de pelo menos dezesseis farroupilhenses, Maria de Lurdes teve a informação de que o serviço será cancelado devido a falta de pagamento de Farroupilha ao município de Caxias do Sul. Ela conversou com a reportagem e falou do drama de quem realiza o procedimento em outra cidade. De acordo com ela, alguns pacientes não irão suportar as viagem a Nova Prata ou Taquara. 

Acompanhe a matéria no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!