De janeiro a junho deste ano, 5.337 pessoas deixaram de comparecer nos laboratórios cadastrados pela prefeitura de Farroupilha para realizar os exames solicitados pelos médicos das Unidades Básicas de Saúde (UBS). Com relação ao número de faltas nas consultas especializadas, 10.347 usuários do sistema público de saúde não compareceram.
Em apenas dois meses, pelo menos 1,8 mil pessoas deixaram de se apresentar nos laboratórios cadastrados pela prefeitura de Farroupilha para realizar os exames solicitados nas UBSs. Com isso, muitos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) que estão em fila de espera são prejudicados e as filas para conseguir os procedimentos só aumentam, atrasando cada vez mais o processo para quem tem urgência no atendimento.
A secretária Municipal de Saúde de Farroupilha, Rosane da Rosa, fala que o setor tem enfrentado dificuldades e faz um apelo para que a comunidade tenha consciência de comunicar a ausência com antecedência de 48h, dando espaço para outras pessoas serem beneficiadas e atendidas. Apenas no mês de maio, a secretaria registrou 1.265 pessoas que faltaram aos exames laboratoriais. O dado representa mais de R$ 6 mil que não foram destinados para quem realmente precisava. Segundo o levantamento da secretaria, no mês de junho, até o dia 27, outros 647 pacientes faltaram ao compromisso, representando mais de R$ 3,6 mil que deixaram de ser aplicados em exames.
De acordo com a secretária de Saúde, Rosane da Rosa, é preciso um comprometimento maior das pessoas com as coisas públicas.



Acompanhe a entrevista com a Se. Rosane da Rosa no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!