Dona Neiva Santin Ramos, moradora da Rua Dalci Ferrari de Andrade, 159 no bairro Primeiro de Maio, há nove anos colocou prótese no quadril e há cinco anos atrás houve o deslocamento da mesma. Por diversas vezes encaminhou  as documentações necessárias junto à Secretaria Municipal da Saúde para a cirurgia, mas infelizmente não foi atendida. Diz que a situação continua igual e que não foi procurada por ninguém da Secretaria, tão pouco do Pró-Saúde. Ela aguarda a mais de 4 anos uma cirurgia de prótese no quadril e não consegue. Dona Neiva continua na esperança de ser chamada, pois cada dia que passa, sua situação se agrava pelo fato da antiga prótese estar deslocada, prejudicando seus movimentos.

Confira no áudio abaixo

Áudios

Deixe o seu comentário!